Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > NOTÍCIAS > Estudo aponta para divergências na compreensão da DPOC por parte dos pacientes
Início do conteúdo da página

Estudo aponta para divergências na compreensão da DPOC por parte dos pacientes

Publicado: Segunda, 25 de Setembro de 2023, 11h12 | Acessos: 1634

Descubra como os entendimentos divergentes dos pacientes com DPOC afetam o tratamento e qualidade de vida

Ouça acima o conteúdo deste artigo.

Uma pesquisa de mestrado conduzida na Disciplina de Pneumologia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp) evidenciou a variedade de percepções entre pacientes diagnosticados com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) sobre seu próprio entendimento da doença. A dissertação elaborada por Soraya Sayuri Braga Nohara, sob a orientação do Prof. José Roberto de Brito Jardim, ressalta que essa divergência de perspectivas pode impactar negativamente o tratamento adequado e a qualidade de vida desses pacientes.

O estudo indica que a avaliação do conhecimento dos pacientes com DPOC através do questionário de avaliação Bristol pode não ser suficiente para identificar as lacunas de informação e as necessidades individuais de cada paciente. Por essa razão, a autora enfatiza a importância de fornecer informações personalizadas e precisas a cada paciente, fazendo uso de ferramentas como o LINQ (Lista de Necessidades de Informação do Paciente com DPOC).

A DPOC é uma condição crônica que afeta os pulmões e pode manifestar-se com sintomas como falta de ar, tosse e produção de muco. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), esta doença figura como a terceira principal causa de morte em todo o mundo. Portanto, é fundamental que os pacientes tenham acesso a informações claras e precisas sobre a doença e as opções de tratamento disponíveis.

A pesquisa de Soraya contribui significativamente para a compreensão dos desafios enfrentados pelos pacientes com DPOC e destaca a importância de uma abordagem de tratamento personalizada e centrada no paciente. A autora reforça a necessidade de fornecer informações adaptadas a cada indivíduo, por meio de ferramentas como o LINQ (Lista de Necessidades de Informação do Paciente com DPOC). O estudo sublinha a relevância de uma abordagem centrada no paciente para o tratamento da DPOC, visando aprimorar a qualidade de vida dos pacientes e garantir que recebam um tratamento adequado e eficaz.

 

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Categoria:

Fim do conteúdo da página