Ir direto para menu de acessibilidade.

SEI!  |  WEBMAIL | INTRANET

Campus SP > Últimas Notícias > Pesquisa avalia o Estresse Ocupacional em médicos
Início do conteúdo da página

Pesquisa avalia o Estresse Ocupacional em médicos

Publicado: Terça, 21 de Julho de 2020, 12h15 | Última atualização em Terça, 21 de Julho de 2020, 13h00

Estudo está sendo desenvolvido com médicos que estão na linha de frente à pandemia Covid-19

Se você é médico ou médica e trabalha em contato direto com pacientes infectados, na linha de frente, ou em outros serviços de atenção à saúde durante a pandemia Covid-19, você está sendo convidada/o a participar como voluntária/o da pesquisa intitulada Médicos na linha de frente da pandemia Covid-19: incidência de Burnout.

O estudo está sendo desenvolvido com o objetivo de verificar e quantificar a prevalência de estresse ocupacional, e a provável incidência de esgotamento profissional (Burnout) em sua categoria profissional. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Unifesp (parecer n. 4.158.364 de 16/7/2020).

Sua participação é muito importante e ajudará a trazer informações para que profissionais das áreas da Saúde Mental Relacionada ao Trabalho possam planejar intervenções terapêuticas que auxiliem na prevenção e/ou profilaxia dessas morbidades durante e após a pandemia.

Você levará de 10-25 minutos para responder a um questionário curto e duas escalas. Sua identidade será preservada e o sigilo garantido. Todas as informações pertinentes estão no Termo de Consentimento Livre e Esclarecido.

Clique aqui para acessar a pesquisa

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Categoria:

Hemocentro do HSP/HU Unifesp precisa de doações de sangue

São necessários todos os tipos de sangue, em especial o A e o O negativos; atendimentos estão...

ECA: 31 anos protegendo crianças e adolescentes brasileiros

O Estatuto é fruto de uma construção coletiva

Atenção com os sinais da afasia, como perda ou alteração da fala

Muitas vezes os pacientes não percebem os sintomas

Docente da EPM/Unifesp compõe a nova gestão da SBPC

Primeira diretoria com sete mulheres eleitas

Fim do conteúdo da página