Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Café da manhã marca retomada da obra do Centro Cultural em Saúde da Unifesp
Início do conteúdo da página

Café da manhã marca retomada da obra do Centro Cultural em Saúde da Unifesp

Publicado: Segunda, 05 de Setembro de 2022, 00h00 | Acessos: 11534

Evento reuniu representantes da Unifesp, Fap e empresas apoiadoras para apresentar os estágios da obra e intensificar a captação de recursos

Ouça acima o conteúdo deste artigo.

Um café da manhã de confraternização marcou o reencontro da comunidade da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) com representantes das empresas apoiadoras do Centro Cultural em Saúde da Unifesp na manhã desta sexta-feira, no Anfiteatro Leitão da Cunha. Além de prestar contas do andamento da obra, foram apresentados também os próximos passos e investimentos necessários para sua finalização.

Após o café formou-se a mesa de abertura com a presença da vice-Reitora da Unifesp, Profa. Dra. Raiane Patricia Severino Assumpção, da Presidente da Fundação de Apoio à  Unifesp (FAP), a Profa. Dra. Maria José da Silva Fernandes, da vice-diretora do Campus São Paulo, Profa. Dra. Ieda Maria Longo Maugeri, do Diretor da Escola Paulista de Medicina (EPM), Prof. Dr. Fulvio Alexandre Scorza, do Diretor da Escola Paulista de Enfermagem (EPE), Prof. Dr. Alexandre Pazetto Balsanelli e da Pró-Reitora de Planejamento (Proplan), Profa. Dra. Juliana Garcia Cespedes.

No uso da palavra, a profa.Maria José destacou o caminho histórico da biblioteca e acrescentou que "com sua trajetória histórica, a biblioteca constituiu o maior acervo da área de saúde da América Latina que possibilitou a aprovação do projeto do CCS-Unifesp pela Lei de incentivo Rouanet junto a Secult. O espaço será um presente para a sociedade".  A profa. Ieda salientou que "nossa casa foi pioneira em várias situações e por isso sabemos qual foi a importância da biblioteca em nossa formação. Para nós é uma satisfação muito grande abrir esse espaço para a sociedade". O prof. Fulvio enalteceu a importância da ciência e da educação no país e fez um agradecimento "Agradeço a todos os patrocinadores aqui presentes pela força, solidariedade e empatia". O prof. Alexandre frisou que "O Centro Cultural em Saúde é um espaço onde nós nos encontramos. Antigamente era apenas a comunidade deste campus que o utilizava. Agora a proposta é que o Centro Cultural também se encontre com a sociedade. E a partir deste encontro muitas propostas e projetos serão desenhados para o bem da saúde e para o bem da sociedade como um todo". A profa. Juliana ressaltou que "Nosso ensino de pesquisa e extensão é de extrema qualidade e que em breve a universidade vai figurar em mais um ranking internacional". Encerrando a mesa, a profa.Raiane enfatizou a missão do Centro Cultural "Nós acreditamos muito que o centro cultural vai trazer aquilo que é uma referência histórica à disposição da sociedade como um todo e numa linguagem, num formato que nos transforma enquanto universidade e nos colocará em diálogo com as questões do tempo presente". E acrescentou que "Nós só vamos conseguir isso se vocês enquanto parceiros estiverem conosco. Os desafios têm sido muito grandes porque ciência, tecnologia, cultura, não têm sido prioridade nesse país".

Após a mesa solene, os professores Maria José da FAP, Sofia Mendonça do Projeto Xingu e Dante Gallian do Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde (CEHFI) apresentaram o atual estágio da obra e ratificaram a importância do espaço na manutenção da memória da pesquisa em saúde em nosso país.

Outros convidados que compareceram para manifestar apoio: Nathalia Rocha (Cremer), Sérgio Mancini Nicolau (Ginecologia), Vicente Freitas (UOL), Marcelo Valente (Omnifarma), Cynthia Andersen Sarti (Ciências Sociais), David Baptista da Silva Pares (Líder do GT de Captação de Recursos para a reforma do CCS-Unifesp), Hugo Fernandes (Saúde Coletiva), Éwerton Nunes (Johnson&Johnson), Ivaldo da Silva (Ginecologia), Joslene Rodrigues (HCor), Luiz Monteiro Filliettaz (Fiesp), Maria Lucia Oliveira Formigoni (Psicobiologia), Mariusa de Fátima Machado Loução (Biblioteca), Monique Mendonça (Droga Raia), Rubens Belfort (Academia Nacional de Medicina ), Paulo Schor (Agits), Regiane Polizer Medaglia Soccol (Johnson&Johnson). 

Após o evento, os convidados puderam visitar a obra do Centro Cultural em Saúde acompanhados pelo engenheiro responsável.

📷@apelogi

 

  

 

 

 

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Categoria:

Fim do conteúdo da página