Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Dia do Pediatra: o papel e a importância fundamental do profissional que cuida da promoção da saúde de crianças e adolescentes brasileiras
Início do conteúdo da página

Dia do Pediatra: o papel e a importância fundamental do profissional que cuida da promoção da saúde de crianças e adolescentes brasileiras

Publicado: Terça, 26 de Julho de 2022, 11h37 | Acessos: 23561

Cuidar da saúde de crianças e adolescentes é garantir nosso futuro

Ouça acima o conteúdo do artigo.

O conceito de que crianças e adultos demandam atendimentos e tratamentos diferentes existe desde a antiguidade, mas somente no século XIX a Pediatria surgiu como especialidade médica, devido aos elevados índices de mortalidade infantil e necessidade de profissionais capacitados para cuidar dessa faixa etária. A palavra “pediatria” tem origem grega e significa pai dos (criança) e iatreia (processo de cura). No Brasil, o Dia do Pediatra foi instituído no dia 27 de julho, data da fundação da Sociedade Brasileira de Pediatria, em 1910.


Mensagem da Profa. Soraia Tahan

O Departamento de Pediatria da Escola Paulista de Medicina foi criado em 1938 e desde então se consolidou na formação de pediatras e especialistas nas diversas áreas de atuação pediátricas, sendo atualmente uma das maiores referências do país. 

A evolução tecnológica e o acesso às mídias sociais trouxeram uma nova realidade para as crianças e adolescentes e o pediatra deve atuar na orientação sobre riscos e limites.

O papel do pediatra é cuidar de crianças desde o nascimento e acompanhar o seu crescimento e desenvolvimento até atingir a vida adulta. Para isso, atua tanto na prevenção (aleitamento materno e alimentação complementar saudável, imunizações, acompanhamento do crescimento e desenvolvimento-puericultura,prevenção de acidentes e violência) como no tratamento de doenças das crianças e adolescentes.

Para essa atuação, a especialidade exige conhecimento e atualização constante associada à habilidade de relação empática com a criança e suas famílias. Demanda sensibilidade para uma visão integral da criança dentro do seu contexto familiar e social. Essas características da especialidade tornam o pediatra como grande referência na vida das famílias.

O pediatra deve atuar na prevenção e identificação de riscos para esses graves agravos.

No cenário atual, são muitos os desafios do Pediatra:

  • Aumento das doenças crônicas consideradas próprias do adulto, como excesso de peso, dislipidemia e síndrome metabólica na infância e adolescência.
  • Aumento das doenças psiquiátricas e número de suicídios entre crianças e adolescentes.

Imagem Pediatras paciente e pais
Equipe do Departamento de Pediatria da EPM/Unifesp

Os avanços na medicina proporcionaram aumento da sobrevida de crianças com antecedentes de prematuridade, malformações congênitas e doenças raras. O pediatra deve estar preparado para atuar nesse grupo de pacientes com interação multiprofissional.

A evolução tecnológica e o acesso às mídias sociais trouxeram uma nova realidade para as crianças e adolescentes e o pediatra deve atuar na orientação sobre riscos e limites.

Nos últimos anos houve queda vertiginosa na cobertura vacinal com risco de retorno das doenças infecciosas, anteriormente controladas. Essa queda está associada a diversos fatores, incluindo as falsas notícias sobre a vacina de Covid-19, o que interferiu na credibilidade das outras vacinas. O pediatra é o principal profissional na avaliação e orientação sobre a vacinação infantil e da família.

Existem ainda os desafios na atuação do pediatra no país. Dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) (2019) apontam distribuição desigual no número de pediatras no Brasil: 55% estão na região sudeste. Além disso, 30% dos casos de rotina e 43% dos atendimentos emergenciais de crianças e adolescentes não são realizados por pediatras no Brasil. O número de consultas de puericultura realizadas no país está muito abaixo das recomendações mínimas do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

pediatra

Em nome do Departamento de Pediatria EPM-Unifesp presto homenagem aos pediatras brasileiros e desejo que a importância do pediatra como protagonista no cuidado da criança e adolescente seja reconhecida pela sociedade e esteja no escopo das políticas públicas nacionais.

Soraia Tahan

 

Autora: Soraia Tahan

Professora Adjunta da Disciplina de Gastroenterologia Pediátrica da Escola Paulista de Medicina-Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp). Chefe do Departamento de Pediatria da EPM-Unifesp. Membro do Departamento de Gastroenterologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo. Consultora médica em Gastroenterologia do Grupo Fleury. Médica gastroenterologista pediátrica do Hospital Infantil Sabará e Hospital Israelita Albert Einstein. Outras informações: clique aqui

 

 

 

 

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Categoria:

Fim do conteúdo da página