Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > EDITAIS > Treinamento técnico em análise estatística de comportamento animal
Início do conteúdo da página

Treinamento técnico em análise estatística de comportamento animal

Publicado: Terça, 22 de Novembro de 2022, 11h37 | Acessos: 1264

Inscrições até 24 de novembro

Uma vaga de treinamento técnico nível quatro (TT-4) com bolsa da FAPESP é oferecida pelo projeto “Depois do primeiro ‘drink’, não consigo parar! O efeito do álcool nos sistemas cerebrais de controle inibitório” da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp). O prazo de inscrição acaba na quinta-feira (24/11).

O bolsista participará do subprojeto “Aplicação de software de análise de dados para os licômetros”, auxiliando na padronização dos bancos de dados e desenvolvendo um projeto de mineração de dados de características de predição do consumo elevado de etanol. Também poderá complementar os dados desenvolvendo experimentos comportamentais com camundongos.

Os objetivos do trabalho são: criar padronização de planilhas de todos os dados já coletados dos licômetros, desenvolver análise de predição de consumo nas duas linhas de camundongos estudados neste projeto. Se necessário, poderá realizar experimentos adicionais a fim de completar o banco de dados. O técnico também auxiliará o grupo na adequação da caixa licômetro para possibilitar futuros experimentos de consumo social de álcool em camundongos.

O candidato deverá ter pelo menos dois anos de experiência depois da graduação com análise do comportamento de animais de experimentação, além de noções básicas de programação e bioestatística.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail da professora Karina Possa Abrahão (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.).

O bolsista selecionado de TT-4 receberá Bolsa FAPESP para treinamento técnico no valor de R$ 3.570,80, por dois anos com dedicação de 40 horas semanais às atividades de apoio ao projeto de pesquisa. Aceita-se um período de dedicação semanal em home office.

Fonte: FAPESP

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Categoria:

Fim do conteúdo da página