Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Lançamento da série Nascer Prematuro

Publicado: Quinta, 18 de Novembro de 2021, 20h23 | Acessos: 13853

A cada ano 330 mil crianças nascem prematuras no Brasil

A prematuridade é um problema mundial e crescente de saúde pública. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que nascem cerca de 15 milhões de prematuros anualmente em todo o mundo, o que representa 10% do total de nascimentos, e o Brasil ocupa o décimo lugar entre os países com maior número de nascimentos prematuros. Ainda segundo a OMS, a prematuridade é a principal causa de morte em crianças menores de 5 anos de idade no mundo.

prematuro

Instituto do Prematuro

O Instituto do Prematuro foi criado em 2004 para apoiar as atividades desenvolvidas pela Disciplina de Pediatria Neonatal da Escola Paulista de Medicina - EPM/Unifesp, nos seus vários âmbitos de atuação, procurando contribuir para a promoção da saúde e qualidade de vida dos prematuros.

A atividade primordial do Instituto do Prematuro é o apoio às crianças e adolescentes acompanhados no Ambulatório de Prematuros da Unifesp desde a alta hospitalar até os 20 anos de idade. Esse apoio é feito por meio da doação de fórmulas lácteas, cestas básicas, cadeira de rodas, óculos, órteses, aparelhos odontológicos, entre outros.

O Instituto do Prematuro também obteve recursos financeiros para ampliação e manutenção do imóvel onde está localizado o Ambulatório, propiciando um ambiente confortável, seguro e acolhedor para os pacientes e profissionais.

Além disso, o Instituto do Prematuro apóia as Unidades de Internação Neonatal do Hospital São Paulo/Hospital Universitário, Hospital Municipal Vereador José Storopolli, Hospital Estadual de Diadema, Hospital Geral de Pirajussara, onde são desenvolvidas atividades acadêmicas da Disciplina. Foram doados equipamentos para as UTIs Neonatais (aparelhos de ecocardiograma e eletroencefalograma), vestuários e materiais para implantação do Método Canguru. Em 2021 obteve recursos para o aprimoramento dos postos de coleta e leite humano, adquirindo bombas para ordenha do leite materno, capelas de fluxo laminar, geladeiras, computadores, cadeiras, mesas acessórias e armários.

Divulgação

Nesses anos de trabalho houve pouca divulgação de informações para o público em geral, e até mesmo para os profissionais de saúde, sobre a relevância da prematuridade para a saúde das crianças e adolescentes e, ainda mais, suas repercussões na idade adulta.

As repercussões em longo prazo da prematuridade podem ser inúmeras - déficits de crescimento; doenças respiratórias; anemia; deficiências auditiva, visual, motora e mental; atraso de linguagem; transtorno do espectro do autismo, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Com essa análise, foram criados canais de comunicação com a sociedade em geral por meio de redes sociais onde será lançada a série Nascer Prematuro. O objetivo é levar ao público em geral informações de elevada qualidade científica e numa linguagem acessível para contribuir com a promoção da saúde e qualidade de vida das nossas crianças e adolescentes nascidos prematuros.

A série está organizada em 5 seções que incluem:

  • Pré-natal,
  • Parto,
  • UTI Neonatal,
  • Método Canguru e
  • Acompanhamento Pós-alta.

Serão inúmeros posts elaborados por docentes, médicos e profissionais de outras áreas da saúde da Escola Paulista de Medicina - EPM/Unifesp. São profissionais renomados em suas especialidades médicas (neonatologia, obstetrícia, neurologia, oftalmologia) e em outras áreas da saúde (fisioterapia, fonoaudiologia, odontologia, nutrição, psicologia, neuropsicologia).

O lançamento da série ocorreu no dia 17/11 – Dia Mundial da Prematuridade

Onde obter mais informações sobre o Instituto do Prematuro:

Site

Instagram

Facebook

Fone: (11) 5571 9277

 

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Categoria:

Os 40 anos do HIV/Aids

A luta contra o HIV é um desafio diário

Doação de corpos: um manifesto em vida para o progresso da ciência

Veja como doar seu corpo pode lhe dar uma segunda vida e salvar outras pessoas.

Doe sangue e faça parte dessa corrente de solidariedade pela vida

Ser um herói está ao seu alcance!

CAISM recebe visita do secretário estadual de Saúde

Acompanhado pelo reitor Nelson Sass, Jean Gorinchteyn conheceu as dependências do serviço...

Fim do conteúdo da página