Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Segurança no campus São Paulo

Publicado: Quarta, 15 de Dezembro de 2021, 15h25 | Acessos: 29041

Previna-se com as dicas de segurança da Polícia Militar!

No dia 14 de dezembro, durante a reunião do Conselho de Campus, o Capitão Guerreiro da Polícia Militar de São Paulo apresentou normas de segurança para a comunidade do Campus. Também foi apresentado o Programa Vizinhança Solidária - PVS. A Polícia Comunitária é uma filosofia e estratégia organizacional que proporciona parceria entre a população e a Polícia Militar.

Emergências

Toda e qualquer emergência deve ser informada imediatamente através do telefone 190, e somente após o registro da ocorrência junto ao Centro de Operações Policiais Militares - COPOM, deve ser feito contato em uma das Bases Comunitárias, relatando o ocorrido e quando possível complementando com informações importantes.

Bases Comunitárias na região

Base Comunitária Jardim da Saúde,
situada na rua Marcos Fernandes
Telefone 5073-5541

Base Comunitária Vila Gumercindo,
localizada na Av. Dr. Ricardo Jafet
Teletone 5063-2833

DISQUE 190 - quem deve ligar ?

  • Quem deve efetuar a ligação para o 190 ou para as bases comunitárias é a testemunha ocular do fato. Se ligar imediatamente, a Polícia, além de agilizar o envio da viatura, certamente poderá passar muito mais informações sobre o que está ocorrendo;
  • Muitas vezes o participante do PVS ao notar algo suspeito ou algum crime sendo cometido, toma a iniciativa equivocada de informar a situação a outra pessoa;
  • É comum a polícia atender ocorrências e tomar conhecimento de certos detalhes somente quando chega ao local.

Regras de Segurança

  • A responsabilidade pela segurança é interesse de todos;
  • É necessário ter a consciência de que manter hábitos seguros, muitas vezes representa mudança de comportamentos;
  • A segurança começa em pequenos detalhes e nas ações preventivas;
  • Ignorar ou desrespeitar tais regras pode resultar em consequências gravíssimas.

Dispositivos de Segurança

Existem diversos aplicativos e dispositivos que rastreiam aparelhos celulares. Porém, recuperar um aparelho não é fácil. O rastreamento aponta com grande precisão para o local onde o celular está, mas o policial não poderá adentrar uma residência a procura de um aparelho. A única forma de se adentrar é com um mandado expedido por um juiz. A melhor alternativa é evitar o roubo ou furto do aparelho.

O que fazer após uma ocorrência ?

  • O primeiro passo é informar à Polícia Militar o fato e as características físicas, as cores das roupas, e qualquer outro detalhe que possa identificar quem lhe roubou;
  • O bloqueio junto à operadora é de extrema importância para evitar inclusive que os alguém use algum aplicativo bancário;
  • Tenha anotado o número do IMEI, para que possa realizar o registro de ocorrência de forma correta. Em toda abordagem, os policiais são orientados a pesquisar o IMEI dos aparelhos em posse do abordado. E caso o IMEI seja identificado como bloqueado, a PM encaminha imediatamente ao Distrito Policial onde entram em contato com o real proprietário e restituem o telefone ao real dono.

O que fazer quando estiver na rua ?

  • Você está em um ambiente com muitas pessoas desconhecidas? Fique atento às pessoas a sua volta;
  • Quem anda distraído pela rua, falando ao celular, torna-se alvo preferido dos ladrões;
  • Celular no bolso de trás, ou em bolsa nas costas....nem pensar;
  • Não deixe seu aparelho onde você não possa vê-lo, principalmente em locais públicos;
  • Se estiver num ambiente com muitas pessoas desconhecidas, talvez não seja este um bom lugar para mexer no aparelho ou atender ligações;
  • Fique atento à sua volta, andar distraído pela rua torna o pedestre alvo fácil para ladrões;
  • Evite ter as duas mãos ocupadas, muitos pacotes e sacolas chamam muita atenção;
  • Além de ter companhia, é ideal que realize as compras durante o dia;
  • Utilize roupas confortáveis e acessórios apenas os essenciais;
  • Deixe sempre um dinheiro separado para pequenos gastos e evite contar dinheiro na presença de outras pessoas;
  • Todos nós já vimos reportagens a respeito de batedores de carteira. Apesar de um crime antigo, continua a existir até hoje;
  • Como precaução oriente seus filhos a procurar algum policial caso se perca. O ideal é que a criança saiba ao menos os telefones da mãe e do pai. Ou identifique a criança com uma pulseira;
  • Todo cuidado é pouco, quando se trata de segurança. Carregar as bolsas nas costas ou do lado da via pode facilitar que alguém a tome de você e fuja numa bicicleta ou moto. Bolsas, carteiras ou sacolas de compras devem ser transportadas junto e à frente do corpo, para o lado de dentro da calçada;
  • Evite carregar muitos pacotes ou sacolas;
  • Evite utilizar jóias e roupas que chamem atenção;
  • Evite retirar sua carteira em público, principalmente em bares, lojas, locais de grande movimento, etc.;
  • Desconfie de esbarrões e empurrões;
  • Não perca as crianças de vista enquanto olha vitrines ou faz compras.

Cuidados no Caixa Eletrônico

  • Faça suas operações no caixa eletrônico o mais rápido possível. Antes de iniciar a transação, verifique se o local onde é inserido o cartão ou onde sai o dinheiro não possui nenhuma violação. Caso perceba qualquer anormalidade, não insira seu cartão, pode ser um sinal de ações de quadrilhas especializadas;
  • Chegar ao banco, sabendo exatamente o que precisa fazer é o mais seguro e garantirá que não permanecerá mais tempo que o necessário em seu interior;
  • Seu cartão é de uso pessoal. Não permita que ninguém saiba sua senha e possa utilizá-lo sem seu consentimento;
  • Olhe para todos os lados e verifique se há pessoas observando ou seguindo você;
  • Caso julgue necessário, procure o segurança do banco, um policial ou ligue 190;
  • Evite contar dinheiro em público;
  • Somente faça pagamento em dinheiro quando os valores forem baixos;
  • Se houver necessidade de realizar saques à noite, utilize terminais situados em locais iluminados e de maior movimento de pessoas.
  • Não demore no interior de caixas eletrônicos;
  • Não empreste seu cartão, nem anote a senha da conta nele;
  • Evite conversar com pessoas estranhas na fila, dentro ou fora do banco, principalmente se o assunto for dinheiro;
  • Caso tenha dificuldade em operar o caixa eletrônico, peça ajuda a um funcionário da agencia devidamente identificado;
  • Observe se as pessoas que estão atrás de você respeitam os limites das faixas que garantem a privacidade no uso dos caixas eletrônicos;
  • Evite sacar grandes quantias em dinheiro. Caso seja mesmo necessário, entre em contato com o gerente e faça o saque em local seguro.
Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Categoria:

Semana da Tireoide

Perguntas e respostas sobre a glândula e seus hormônios

Hepatite misteriosa: o que especialistas dizem sobre a doença que atinge crianças pelo mundo

OMS descarta relação do surto com vacina contra Covid

Cefaleia: dores que incomodam tem soluções no dia a dia

Metade da população mundial sofre com cefaleia ao menos uma vez na vida

Fim do conteúdo da página