Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Teamm - Um olhar por inteiro para o Transtorno do Espectro Autista

Publicado: Quarta, 01 de Junho de 2022, 09h00 | Acessos: 30211

Serviço em prol do cuidado e do conhecimento em TEA

 

O Teamm é um Centro Especializado em Transtorno do Espectro Autista (TEA), que pertence ao Departamento de Psiquiatria da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp).

Seu fundador, Marcos Tomanik Mercadante, médico psiquiatra, foi uma das primeiras referências no estudo do autismo no Brasil. Além de cientista brilhante, Mercadante era conhecido pelo cuidado e inclusão das famílias no processo de intervenção da pessoa autista. O docente entendia que o foco do tratamento deveria ser o desenvolvimento e aproveitamento de habilidades desses indivíduos, indo muito além dos déficits que eles apresentam.

O professor faleceu em 2011, deixando o ambulatório aos cuidados da médica Daniela Bordini, que o homenageou ao renomear o ambulatório de  Transtorno do Espectro Autista Marcos Mercadante (Teamm).

logo do TeammO Teamm tem como objetivos principais:

  • gerar conhecimento científico sobre o autismo no Brasil;

  • produzir materiais impresso e virtual para o público, reduzindo o atraso na distribuição do conhecimento científico para a população;

  • formar profissionais qualificados para prestar atendimento nesta área;

  • fazer avaliação de crianças e adolescentes com suspeita de Transtorno do Espectro Autista, além de fazer pesquisa na área de saúde pública, testando modelos de intervenção viáveis na rede.

 

Assistência

A equipe é composta por cerca de 40 profissionais voluntários das diversas áreas: psiquiatras da infância e adolescência, psicólogos (neuropsicólogos, analistas do comportamento e terapeutas cognitivo comportamental); fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicopedagogos, neuropediatras, neurologistas nutricionistas, enfermeiros. O foco do nosso serviço é fazer o diagnóstico em casos suspeitos.

Oferece alguns grupos terapêuticos, geralmente vinculados a projetos de pesquisa como:

  • Orientação para pais de manejo de comportamentos difíceis;
  • Orientação para pais sobre seletividade alimentar;
  • Grupo de Habilidades Sociais para crianças, adolescentes e adultos.

Preocupada com a grande desigualdade no atendimento às necessidades de autistas adultos, Dra. Daniela Bordini, em 2021, decidiu criar um projeto com grupos de trabalho para discutir e gerar soluções tangíveis para o TEA adulto.

O projeto recebeu o nome de Projeto Ciclos, representando as etapas do ciclo da vida. O objetivo do projeto é mapear as necessidades deste grupo e realizar projetos focados nesta faixa etária.

 

ProjetoCiclosPortal TEAMM

 

Desde seu início, esse projeto foi aberto para todas as pessoas envolvidas: pessoas com TEA, familiares e profissionais da área da saúde para realizar discussões sobre determinados temas (Transição para vida adulta, informação e estigma, vida ocupacional, tratamento na vida adulta, relacionamentos sociais, convivência social, moradias e independência). Esses grupos aconteceram de forma on line por 8 meses e deles surgiram alguns produtos como:

  • Levantamento de locais e profissionais que se dedicam a essa faixa etária;

  • Workshop sobre relacionamentos sociais;

  • Lives;

  • Material informativo para inclusão de colaboradores autistas nas empresas;

  • 3 grupos de capacitação de jovens com TEA no mercado de trabalho;

  • Oficinas para jovens a partir de 16 anos que estão no espectro para Música e Arte, em 2021 e foi renovado para 2022, acrescentando duas nova modalidades: Teatro e Esportes;

  • Apresentações sobre modelos de moradia para TEA na vida adulta;

  • Grupo de escritores autistas que estão produzindo diversos formatos de materiais e como desdobramento deste grupo temos uma equipe de autistas que produz conteúdos para as nossas redes sociais.

 

Ensino e Pesquisa

TEA pesquisaTodo ano são capacitados residentes de Psiquiatria da Infância e Adolescência, pós-graduandas de Fonoaudiologia e estagiários de Neuropsicologia para avaliar crianças e adolescentes com suspeita de TEA. Após o diagnóstico, é feito acompanhamento psiquiátrico de alguns casos por 1 ano até que eles sejam devidamente encaminhados com os tratamentos que precisam no SUS.

Em 2019, a equipe se dedicou à formação de público externo (educadores, profissionais de saúde, pais de pessoas com TEA) realizando vários workshops presenciais e projetos para capacitar instituições “in company”, melhorando seus atendimentos para autistas, como: Fleury, Colégio Paulicéa e Hospital Israelista Albert Einstein (HIAE). Esses projetos foram suspensos após o início da pandemia e estamos retomando-os em 2022.

No grupo de tratamentos foi analisado que existem poucos especialistas que saibam avaliar bem TEA nível de suporte 1 em adultos. Então em 2022 foi aberto o ambulatório para treinar psiquiatras e outros profissionais para avaliar casos leves de TEA em adultos.

Ao longo dos anos, o Teamm participou da formação de diversos psiquiatras da infância e adolescência, psicólogos e fonoaudiólogos que espalham esse conhecimento por todo o Brasil, além de publicar artigos em revistas nacionais e internacionais, contribuindo para a produção de conhecimento nessa área. E com muito orgulho, continuamos nessa jornada, sempre atentos às necessidades das pessoas de quem cuidamos e de suas famílias.

 

Autores: 

Daniela Bordini

Daniela Bordini

Médica com residência em Psiquiatria e Psiquiatria da Infância e Adolescência, coordenadora do ambulatório de Cognição Social Professor Marcos Tomanik Mercadante (Teamm/Unifesp). mestrado e doutorado pelo Departamento de Psiquiatria e Psicologia da Unifesp. Outras informações, clique aqui

 

 

graccielle rodriguesGraccielle Rodrigues

Médica com residência médica em Psiquiatria da Infância e Adolescência pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Participa como pesquisadora do Programa de Reconhecimento e Intervenção em Estados Mentais de Risco (Prisma/Unifesp) e como colaboradora do Ambulatório de Cognição Social (Transtornos do Espectro Autista) da Unidade de Psiquiatria da Infância e Adolescência (Upia/Unifesp). Outras informações, clique aqui

 

 

Andrea Lane EddeAndrea Lane Edde

Psicóloga com especialização em Neuropsicologia pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa – SP e em Psicologia Hospitalar Geral no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP). Outras informações, clique aqui

 

 

 

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Categoria:

Dezembro Laranja: A proteção precisa ser incluída na rotina diária

Dermatologista esclarece as principais dúvidas sobre câncer de pele

Gratuidade nas refeições servidas nos Restaurantes Universitários para os Perfis I e II do PAPE (RU)

Confira quem tem direito a gratuidade e até quando a medida estará implantada

Processo Seletivo CUJA 2023

Inscrições até 13/01/2022

Origem da Escola de Enfermeiras do Hospital São Paulo, atual Escola Paulista de Enfermagem

 Uma iniciativa dos Álvaros - Guimarães Filho e Lemos Torres

Fim do conteúdo da página